AcidentesCidadesDestaqueFrancisco MoratoFranco da RochaPoliciaSaúde

Mulher atropelada em Franco da Rocha acusa UPA da cidade por negligência no atendimento.

539leituras

Durante o último sábado (14), Dilma Senhorini de 53 anos, moradora de Francisco Morato, foi atropelada enquanto atravessava a faixa de pedestre na Rua Basílio Fazzi, em Franco da Rocha.

De acordo com a vítima, ela estava buscando doações em uma casa de ração que fica em frente ao local quando foi atropelada. Ao atravessar a rua na faixa de pedestre, um motorista parou para ela atravessar, mas vinha outro carro e não a viu, batendo nela e a arremessando há cerca de 6 metros de distância.

De acordo com Dilma, o resgate e a polícia foram acionados, ela ficou imóvel, pois, acreditava-se que devido à gravidade do acidente, ela poderia ter fraturado o pulmão, braços e pernas. Além de ter batido a cabeça.

Dilma foi socorrida e encaminhada para a UPA de Franco da Rocha. No local a vítima permaneceu por cerca de 4 horas, onde de acordo com ela não foram solicitados exames detalhados, como tomografia. Dilma recebeu alta e foi para a casa.

Ela ainda ressalta que o sangue seco dos machucados não foram limpos, e foi colocado um esparadrapo em sua cabeça para amenizar um dos cortes.

Cerca de três horas depois, Dilma já estava em casa quando começou a passar mal e perder a consciência, foi socorrida novamente e levada a UPA de Francisco Morato, onde de acordo com ela, um dos cortes na cabeça ainda estava com vidro do carro que causou o atropelamento, visto que não houve higienização dos machucados na UPA de Franco da Rocha.

Neste momento, Dilma se sente totalmente lesionada com o atendimento recebido na Unidade de Franco da Rocha, e está em contato com advogado para serem tomadas as medidas judiciais necessárias.

Já em questão do motorista que provocou o acidente, a vítima está em contato com a família para que algo possa ser feito. Dilma ainda relata, que devido ao acidente ficará sem conseguir trabalhar por alguns dias, deixando a situação ainda mais complicada, pois Dilma recebe por dia em seu trabalho como doméstica, e não é registrada.

O Cidade Repórter procurou a Prefeitura de Franco da Rocha, para solicitar esclarecimentos a respeito do Atendimento da UPA da cidade, mas até a publicação desta matéria não obtivemos um retorno.

Dilma Senhorini, é muito conhecida em Francisco Morato e região pelo trabalho com os animais de rua, ela os alimenta todos os dias a noite, e sempre pede doações para continuar este trabalho voluntário pela região.

Nós do Cidade Repórter, lamentamos pelo ocorrido e desejamos melhoras a Dilma neste momento de recuperação.

 

#CidadeRepórter