BrasilCidadesDestaqueFrancisco MoratoNotíciasSão PauloSaúde

Flexibilização durante a quarentena: veja o que funciona durante a fase 4 laranja na região.

Para que a retomada das atividades aconteça e evolua , municípios devem possuir redução de casos, ter controle e critérios técnicos para a reabertura e seguir com as ordens do Estado de São Paulo.

1.41Kleituras

A prefeitura de Francisco Morato, seguindo todas as diretrizes do estado de São Paulo e em alinhamento com o Plano São Paulo de retomada da economia durante a quarentena, deixou válido o funcionamento de igrejas, templos religiosos e afins, havendo critérios técnicos e normas para que o município possa evoluir de estágio, permitindo futuramente a abertura de novos setores. No anúncio divulgado pelo governo de São Paulo pelo G1, o município se manteve na fase laranja, fase na qual denomina atenção para a contaminação da Covid-19.

Anunciado na ultima sexta-feira,10, nessa fase é permitido abrir o comércio por 4 horas diárias ou por até 6 horas desde que os comerciantes fechem 3 dias por semana. Bares, restaurantes, salões de beleza e comercio de rua continuam no mesmo tipo de reabertura, as condições dispostas nesta fase exige dos lojistas, empresas, microempresas e afins, dentro desta fase, a capacidade de seu estabelecimento limitada a 20%, horário reduzido a 4 horas seguidas e é proibido praças de alimentação e consumo por clientes. Segundo o Guia de Retomada das Atividades Econômicas de Francisco Morato, não é permitido ainda: turismo (ecoturismo), Academia de Ginastica, Eventos, Studio de Pilates e escola de natação.

--- Publicidade ---

O novo decreto estabelece que igrejas, templos e afins devem dar preferencia a suas atividades religiosas  por meio de reuniões e exibições virtuais. Nas reuniões presenciais deve seguir todos os critérios de  distanciamento de bancos e cadeiras entre 2 (dois) metros, funcionar com lotação máxima de 20% da capacidade do templo ou da igreja e assegurar o uso de mascara e disponibilização de álcool gel a 70%. Lembrando que o atendimento ao publico nos próprios municipais ficara suspenso até o dia 26 de junho de 2020.

Em franco da Rocha ainda não foi divulgado um novo decreto sobre o atendimento presencial ao público em estabelecimentos comerciais até o fechamento desta matéria, e com isso, continua em vigor o decreto 2920/2020. Caieiras e Mairiporã se encontram na mesma situação.

Para que a retomada das atividades aconteça e evolua cada vez mais nesta quarenten0a, municípios devem possuir redução de casos de contaminação pela covid-19 e leitos disponíveis na rede de saúde pública, seguindo todo o controle e critérios técnicos para reabertura de novos setores seguindo ordens do Estado de São Paulo.

 

As fases para a reabertura do comercio resume-se da seguinte maneira:

Na fase vermelha não será permitida a abertura do comércio;

Na fase laranja será permitida a abertura do comércio com restrição;

Na fase amarela será permitida a abertura do comércio, mas com algumas restrições;

Na fase verde será permitida a abertura do comércio, ainda com algumas restrições;

E na fase azul será permitida a abertura total do comércio, sem restrições.

 

Comentários no Facebook