BrasilCidadesDestaqueMundoNotíciasSaúde

Doria diz que vacinação contra Covid-19 em SP começa no dia 25

Cronograma da campanha de vacinação foi divulgado nesta segunda-feira (7).

764leituras

Nesta segunda-feira (7), o governador de São Paulo, João Doria, anunciou que a campanha de vacinação contra Covid-19 começa no dia 25 de janeiro de 2021. A decisão é de iniciar a imunização no mesmo dia em que é comemorado o aniversário de São Paulo.

A vacina selecionada para iniciar a vacinação da população de São Paulo é a CoronaVac, desenvolvida pelo laboratório chinês Sinovac com o Instituto Butantan. Inicialmente, serão imunizados os profissionais da saúde, idosos com mais de 65 anos, indígenas e quilombolas do estado.

--- Publicidade ---

De acordo com o plano, cada pessoa deve receber duas doses da CoronaVac, com um espaço de cerca de 20 dias entre elas.

“A fase 1, que é essa que começa no dia 25 de janeiro, aniversário da cidade de São Paulo é a fase de imunização que será destinada aos profissionais de saúde, todos eles, e pessoas com mais de 60 anos. A escolha do público-alvo para essa fase 1, levando em consideração a incidência de óbitos de coronavírus no estado de São Paulo”, afirmou o governador João Doria. O anúncio foi feito na 150º coletiva de imprensa relacionada à pandemia no estado.

Aprovação da vacina

A CoronaVac está na terceira fase de teste, em que a eficácia da vacina deve ser comprovada e aprovada pela Anvisa. Dessa forma, para que a vacina seja liberada para aplicações, a agência precisa receber um relatório do Butantan para a aprovação. Assim, o instituto paulista prevê que o documento seja enviado até o fim de semana.

Ainda de acordo com o anúncio do governo, São Paulo já conta com 5,2 mil postos de vacinação nos 645 municípios do estado. Assim, o objetivo é ampliar para até 10 mil postos, podendo utilizar escolas, quartéis da PM, estações de trem, terminais de ônibus, farmácias e sistemas de ‘drive-thru’.

Além disso, também foi informado que 4 milhões de doses serão vendidas para outros estados do país. Segundo Doria, a vacinação para a população paulista será realizada mesmo sem o investimento do governo federal.

No início deste mês, foi divulgado um calendário de estratégia “preliminar” de vacinação pelo governo federal, que começaria em março de 2021. A CoronaVac não está incluída neste plano do Ministério da Saúde.