CidadesEconomiaFrancisco Morato

Auxílio Emergencial: veja como deve ficar o benefício após a prorrogação anunciada pelo governo

2.37Kleituras

O presidente Jair Bolsonaro anunciou nesta terça-feira (1º) que o Auxilio Emergencial será prorrogado por mais 4 meses. O valor do benefício, no entanto, será reduzido para R$ 300 para essas parcelas.

 

--- Publicidade ---

Com isso, cada trabalhador aprovado no programa terá recebido, ao final dos pagamentos, R$ 4,2 mil: cinco parcelas de R$ 600, e quatro parcelas de R$ 300. O valor dobra no caso de mães que são chefes de família.

Até o momento, o governo já pagou as cinco parcelas de R$ 600 aos beneficiários que fazem parte do Bolsa Família. Com isso, as novas parcelas devem ser pagas até dezembro, seguindo o calendário do próprio bolsa. Os trabalhadores, nesse caso, recebem o benefício que for mais vantajoso entre os dois.

Para os demais trabalhadores, o pagamento da quinta parcela teve início em 28 de agosto, no caso dos aprovados no primeiro lote. Lotes posteriores de trabalhadores também aprovados têm previstos os pagamentos das 5 parcelas de R$ 600 até 30 de novembro na poupança social digital. Já os saques e transferências serão realizados entre 19 de setembro e 15 de dezembro. As datas de pagamento das novas parcelas ainda não foram anunciadas.

Para os que estavam no Cadastro Único, mas não recebiam o Bolsa Família e as mulheres chefes de família, o calendário de pagamentos é o mesmo do primeiro lote dos inscritos via aplicativo e site.

No caso dos que já recebiam o Bolsa Família, os pagamentos do novo benefício seguem as mesmas datas previstas para o Bolsa.

Quem se inscreveu para receber a ajuda por meio do aplicativo ou do site do programa calendários de pagamentos divididos em sete lotes, em cada uma das cinco parcelas com datas de pagamento já definidas . Isso acontece porque o pagamento é liberado à medida que os inscritos vão sendo aprovados ou reavaliados.

 

Fonte: G1