AcidentesCidadesNotíciasSão Paulo

Piloto estava sozinho em avião que caiu na Serra da Cantareira

Mathias Robert Rom saiu de Jundiaí, no interior paulista, e iria pousar no Campo de Marte, onde buscaria o filho do dono da aeronave. Piloto Mathias Robert Rom tinha 42 anos e prestava serviço para o dono do avião há cerca de três anos.

O piloto Mathias Robert Rom, morreu após a queda do avião de pequeno porte na manhã desta segunda-feira (2) na Serra da Cantareira, na Zona Norte de São Paulo. Ele foi identificado após os bombeiros terem encontrado o corpo dele perto dos destroços do avião.O avião pode transportar até sete pessoas, incluindo o piloto, mas estava sem passageiros no momento da queda. O avião pertence ao empresário Setimio de Oliveira Sala. Segundo a filha dele, Maria Sala, o piloto tinha decolado de Jundiaí e seguiria para o Campo de Marte, na Zona Norte de São Paulo. “Ele iria buscar meu irmão, mas infelizmente aconteceu o acidente.”

--- Publicidade ---

Ela disse ainda que Robert prestava serviço de piloto há cerca de três anos. “A empresa está com a família dele, estamos cuidando dos documentos necessários, dando suporte à família de Mathias.” O corpo foi levado para o Instituto de Medicina Legal.

Durante o trabalho de buscas, os bombeiros também encontraram a caixa-preta da aeronave, que vai ficar à disposição da Aeronáutica. As condições de voo na região do acidente estavam prejudicadas por conta de fortes ventos e da neblina. Oito equipes do Corpo de Bombeiros foram enviadas ao local, que é de mata fechada e difícil acesso. Por isso, os socorristas tiveram de usar um helicóptero para chegar até lá e descer de rapel (técnica com uso de cordas).

Comentários no Facebook