CidadesDestaqueEducaçãoEventosFrancisco MoratoNotíciasPolitica

Assinada a ordem de serviço para reforma e cobertura da quadra da E.M. Isabel Lupianhes

A obra está prevista para ser concluída no primeiro semestre de 2020.

A história da E.M. Isabel Lupianhes teve um importante marco na manhã desta terça-feira (03), com a assinatura da ordem de serviço que após sete anos retoma a obra de cobertura e reforma do piso da quadra da escola.

O espaço da reforma foi o palco para ato da assinatura e contou com a presença dos alunos, professores, gestão da escola e autoridades. Formaram a mesa simbólica a prefeita Renata Sene; o vice-prefeito, Dr. Araguacy; a secretária de Educação, Lélia Hartmann; o secretário de Obras, Marco Goes; e os vereadores Jair Sene, Marcia Della Torre, Joãozinho, Flor Cabelereiro, Giba e João Raposo.

--- Publicidade ---

“Quando ouvimos a população do Recanto Regina no PPA participativo em 2017, essa região deu como prioridade o término dessa obra que hoje estamos retomando. Estamos felizes demais por saber que em pouco tempo todos vocês terão um espaço digno para as aulas aqui. E vale ressaltar, que também reformaremos o acesso da escola, para que principalmente os funcionários tenham mais conforto”, disse a prefeita Renata Sene aos alunos.

A história da obra começa em 2011 quando foi firmado o convênio com o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) que previa a construção da quadra iniciada em 2012, contudo, após metade da obra concluída a empresa responsável não deu continuidade.

Não houve contratação de nova empresa e o tempo para execução do convênio foi correndo, até que em 2015, o FNDE emitiu um parecer técnico informando que período para execução da obra foi findado, e como a obra estava inacabada, os recursos deveriam ser devolvidos.

Em 2017 a nova gestão assumiu e foi iniciada a busca para retomada da obra junto ao FNDE recebendo novamente os recursos perdidos. Em 2018 foi publicada uma resolução que permitia a repactuação de obras inacabadas, e a nova história passou a ser escrita para a Isabel Lupianhes.

A obra está prevista para ser concluída no primeiro semestre de 2020.

Comentários no Facebook