BrasilCaieirasCajamarCidadesDestaqueFrancisco MoratoFranco da RochaJundiaíNotíciasPerusSão Paulo

Governo de SP estuda a possibilidade de reajuste da tarifa de trens e Metrô para 2018

Passagem pode sofrer reajuste nos últimos dias de dezembro se for repetido o mecanismo dos últimos dois aumentos feitos pela Prefeitura e governo estadual; gestão Doria diz apenas que 'ainda não há definição'.

1.8Kleituras

Perto do final do ano, o governo de São Paulo afirma que estuda “possibilidades sobre o reajuste da tarifa” de Metrô e da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) para 2018.

O valor unitário da passagem, de R$ 3,80, foi instituído em janeiro de 2016 e não sofreu reajustes no final do último ano após o prefeito João Doria anunciar o congelamento da tarifa de ônibus. A decisão acabou sendo seguida pelo governador Geraldo Alckmin para o Metrô e para a CPTM.

Em relação à tarifa de 2018, a Secretaria de Transportes Metropolitanos, do governo estadual, confirmou apenas que são feitos estudos, mas não adiantou qual valor deve ser adotado.

O aumento na tarifa do transporte público de São Paulo é geralmente combinado entre a prefeitura e o governo estadual para que aconteça na mesma data e nos mesmos valores para ônibus, metrô e trens.

Desde os protestos de junho de 2013 contra um aumento de R$ 0,20 na tarifa, promovidos principalmente por estudantes, as autoridades paulistas não dão pistas sobre os reajustes até o final de dezembro de cada ano, quando o anúncio ocorre no meio do período de festas.