Acolhimento Emergencial atende moradores de rua em Franco da Rocha

Iniciado em 2016, a ação acolheu cerca de 56 moradores em situação de rua durante o inverno

0
35
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Pelo segundo ano consecutivo, o Acolhimento Emergencial para pessoas em situação de rua, da prefeitura de Franco da Rocha, organizado pela Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social começa a funcionar na última segunda-feira (03).

O espaço fica na Vila Bazú e o local foi projetado e organizado para receber cerca de 30 pessoas por noite. O Acolhimento vai funcionar de segunda a segunda, abrindo todos os dias, às 18h, com a permissão de entrada até às 19h. A janta para os abrigados será servida às 19h30, que depois podem ir para os seus quartos para passar a noite. No dia seguinte, será servido um café às 07h30 e a saída do local ocorre às 8h.

No espaço, os moradores também poderão contar com um trabalho de higienização e limpeza, com o atendimento disponibilizado de barbearia. Além, é claro, de utilizarem os banheiros para sua limpeza pessoal.

Parceiros no atendimento

É importante ressaltar que esse serviço oferecido pela prefeitura conta com a ajuda de diversos parceiros, que auxiliarão no andamento do Acolhimento Emergencial. Entre algumas das entidades que vão apoiar a Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social e Solidariedade estão a Pastoral de Rua (ligada à Igreja Nossa Senhora da Imaculada Conceição), Assembleia de Deus – Ministério Belém, Igreja Pentecostal Soberano Deus, Igreja Assembleia de Deus – Missão Pentecostal, Igreja Missionária Remanescente em Cristo, além de franco-rochenses voluntários que não possuem ligação com grupos religiosos.

A secretária de Assistência, Ana Maria Ribeiro, conta um pouco da importância desses parceiros no atendimento. “Apesar dos esforços que fazemos é muito difícil encaminhar esses moradores em situação de rua para o vínculo familiar. Os voluntários que nos ajudam, que fazem entrega de sopa e cobertores para eles criam vínculos com mais facilidade. Quando essas pessoas os trazem para o acolhimento, isso auxilia no trabalho da Secretaria, com a atuação de nossos técnicos para agir na criação desse vínculo familiar perdido”, explica.

Além da ajuda dos parceiros, a Assistência também vai atuar com os técnicos do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS) que estarão presentes todas as noites no Acolhimento, além da Secretaria de Saúde que vai disponibilizar profissionais para fazer o diagnóstico da saúde dos moradores em situação de rua e da Secretaria de Governo, que vai auxiliar com a presença da Guarda Civil Municipal (GCM), garantindo a segurança e tranquilidade no espaço.

Números do primeiro ano de atendimento

Iniciado em 2016, a ação acolheu cerca de 56 moradores em situação de rua. Esse número não se repetiu todas as noites, mas ao decorrer do programa, pois os acolhidos às vezes iam em um dia e no outro não apareciam, tornando o local com esse número rotativo.

Porém, um número importante, que deve ser lembrado, foi da ação realizada que resultou na reinserção de cerca de 6 moradores em situação de rua, que voltaram para o vínculo familiar.

 

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Comentários no Facebook