BrasilCidadesDestaqueFrancisco MoratoNotícias

Funcionários das linhas 7-Rubi e 10-Turquesa da CPTM encerram greve

23leituras

Em assembleia sindical realizada na tarde desta terça (11) em São Paulo, os funcionários das linhas 7-Rubi (Luz-Jundiaí) e 10-Turquesa (Brás-Rio Grande da Serra) da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) decidiram encerrar a greve iniciada a 0h desta terça-feira.

Por telefone, a assessoria da CPTM informou que as operações devem estar restabelecidas por volta das 17h, mas que detalhes sobre a retomada do transporte nas duas linhas ainda seriam anunciados em comunicado oficial.

Os funcionários das linhas 7-Rubi e 10-Turquesa decidiram parar após a CPTM não pagar integralmente, conforme firmado em acordo, o PPR (Programa de Participação nos Resultados) no dia 31 de março. A companhia disse não ter condições financeiras de honrar o compromisso e decidiu parcelar o pagamento –metade em março e metade, corrigida pelo índice IPC-Fipe, em junho. A medida não foi aceita pelos trabalhadores.

O Sindicato dos Trabalhadores em Empresas Ferroviárias de São Paulo, que representa os funcionários das duas linhas, informou por meio de sua assessoria de imprensa que vai entrar com uma ação judicial cobrando uma multa pelo que consideram como um atraso no pagamento. A entidade também disse que vai abrir uma ação por dano moral coletivo.

Segundo informações disponíveis no site da CPTM, por volta das 16h40, a linha 7-Rubi funcionava com velocidade reduzida, com maior tempo de parada entre as estações Francisco Morato, na Grande São Paulo, e Palmeiras-Barra Funda, na zona oeste da capital paulista. O percurso entre as estações Francisco Morato e Jundiaí está sendo feito por meio de ônibus. Já a linha 10-Turquesa estava paralisada.

Comentar